Istambul e suas belezas

Os balões
Na região da Capadócia, o destaque vai para os balões que voam pelo céu azul
numa paisagem que é formada por muitos vales coloridos e outras interessantes
formações, o viajante pode a bordo de um pequeno cesto, ser suspenso a muitos
metros da terra e sentir um misto de alegria e de liberdade voando em um desses
balões.

Uma culinária maravilhosa
Em cada região de Istambul o visitante poderá se deparar com uma culinária que é
própria de cada região, com ingredientes diversos e seus modos de preparo
somente encontrados nessa região. Sua cozinha vai muito além, com seus frutos do
mar, que são frescos e servidos em muitas e variadas apresentações, suas
sobremesas que são deliciosos, seus cafés da manhã que mais se assemelham a
um banquete de um líder otomano, são mais que saborosos.

Algumas mesquitas de Istambul
A mesquita azul é famosa como o nome diz por seus azulejos pintados a mão, sua
construção se deu entre os anos de 1606 e 1616, pela ordem do Sultão Ahmet I, foi
uma construção que deu o que falar, devido aos seus seis minaretes, que somente
eram permitidos à Mesquita de Maomé, em Meca. Outra mesquita de Istambul é a
feminina que foi inaugurada há apenas três anos, que é a Sakirin, que foi projetada
pela primeira vez por uma mulher.

Santa Sofia
Santa Sofia primeiro foi uma igreja, depois se tornou uma mesquita e agora é um
museu. Um dos pontos mais interessantes de Istambul. É a quarta maior catedral do
mundo, com uma cúpula de 56 metros de altura. Sua construção se deu há mais de
100 anos atrás e no seu interior podem ser encontrados muitos mosaicos bizantinos.

É histórica uma visita por Santa Sofia e ainda hoje recebem milhares de turistas. É a
cena cultural e contemporânea dessa cidade com exposições que são multimídias,
debates sobre design, arquitetura e uma biblioteca toda hi-tech fazem parte dessa
visitação que possui algumas dessas atrações.

O Palácio de Topkapi
É um palácio que foi construído por um Sultão do Império Otomano e de nome
Mehmet II, entre os anos de 1459 e 1465, nesse grande palácio se serviu de casa
para vários sultões por muitos anos e atualmente também virou museu em que
guarda muitas peças e uma delas é o maior diamante do mundo, esse palácio
também foi à sede de todo o poder Otomano por quase quatro séculos.

O turista ao visitar esse palácio poderá ver a sua arquitetura, suas diversas
exposições museológicas que são de grande valor, seus jardins e suas vistas
privilegiadas sobre toda a cidade. Esse palácio é cercado pelo Parque Guilhane que
também se encontram os Museus Arqueológicos de Istambul, que é detentor de dois
museus de antiguidade oriental e arte islâmica.



As cisternas de Yerabatan
Outro lugar que não pode ser descartado pelos visitantes em Istambul. Nessa
cisterna há uma sustentação de 336 colunas, é a maior cisterna dessa região, foi
construído pelo Imperador Justiniano em 532 para atender a uma demanda do
Palácio Topkaki e atualmente está desativada, mas fica aberta a visitação para os
turistas todos os dias da semana e em alguns dias ocorrem exposições e concertos
de música lá dentro.

O banho Turco
Uma tradição em Istambul e podem ser encontradas muitas casas públicas de banho
que estão espalhadas pela cidade. Esse banho é um ritual que começa numa sauna
com esfoliação e massagem, seguida de relaxamento em um mármore quente.
Agora que você já conhece as belezas dessa cidade, não deixe de conhecer
Istambul.